Josa do Celular não resiste à tentativa de homicídio e morre na mesa de cirurgia

José Castro Bandeira, 35 anos, conhecido pelo apelido de Josa do Celular, não resistiu após ser atingindo por dois tiros na noite desta terça-feira (27), em sua residência na Rua da Torre, Bairro Sacramento, efetuados por dois homens em uma moto usando capacete. (veja matéria)
 
Josa foi socorrido até a UPA por um vizinho e recebeu os primeiros atendimentos, em seguida transferido para Feira de Santana onde foi submetido a uma cirurgia, mas antes que os médicos realizassem o procedimento de retirada dos projeteis o mesmo faleceu.
 
 

A vítima  era comerciante e tinha uma loja de venda e conserto de celulares no Calçadinho, centro da cidade de Capim Grosso.
 
A polícia fez diligencia, mas, até o momento nenhum suspeito foi  capturado, ou se tem informações de quem seriam os autores do assassinato.
 
Texto: FR Notícias Foto: Facebook Família